Dia das Mães no #ProgramaDiferente: não basta comemorar a data, é preciso conscientizar as famílias e reforçar o combate da violência contra a mulher

No fim-de-semana do Dia das Mães, data tradicionalemente marcada pelo apelo comercial e muito sentimentalismo, vamos sair um pouco na contramão e tratar de um tema ainda mais pungente, complexo e traumático: a violência contra a mulher. Não é possível que nos dias de hoje esse tipo de comportamento ainda seja visto como uma coisa normal ou minimamente aceitável. Assista.

É isso mesmo: comemorar o Dia das Mães é bom, gostoso, merecido e necessário, claro! Mas aproveitar a data para reforçar a campanha de conscientização e o combate à violência contra a mulher, diante de uma realidade tão chocante e contumaz, parece ainda mais oportuno.

A partir do filme Vidas Partidas, que trata do tema, o #ProgramaDiferente apresenta uma palestra e um bate-papo da atriz e cineasta Naura Schneider no encontro promovido pela FAP (Fundação Astrojildo Pereira) com jovens e futuras lideranças políticas no Rio de Janeiro. Vale a pena refletir sobre o assunto e divulgar essa causa.

Sobre o(a) autor(a)

Related posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *